Fortaleza espiritual e o orgulho denominacional

Existe uma fortaleza espiritual no meio evangélico que impem de serem mais fortes e de manisfestarem o glória de Deus continuadamente; essas fortaleza é a do sectarismo.

É mesmo que dizer alguém que tem um ponto de vista estreito ou faccioso. Essa condição faz com que a pessoas tenha orgulho denominacional, o que torna uma prisão e um perigo imposta pelo inimigo camufladamente.

Essa prisão é a fortaleza do sectarismo que leva a liderança, como também muitas pessoas a se orgulharem de suas crenças e doutrinas, a ponto de idolatrarem sua denominação.

Advertisements

O resultado dessa fortaleza espiritual prova isolamento de outras do corpo de Cristo, ou ter um olhar diferente para os outros ministérios.

No evangelho de Marcos 3.25 Jesus explica que uma casa dividida contra se mesma não pode subsistir.

O Diabo investe para que o povo de Deus tenha essa postura errada porque ele sabe que a unidade da Igreja o ameaça mais ainda.

Além disso, a Igreja Evangélica vivendo a unidade os resultados positivos são maiores para o reino de Deu.

Pessoas com essa fortaleza espiritual tem a mente presa e limitada concernente a imensidão do reino de Deus

Pessoa que fazem parte do reino de Deus, mas tem uma mente pequena geralmente limitam o seu poder de Deus, como também diminui sua graça e seu amor.

Por isso, quando vêem outros trabalhando com curas, milagres e expulsão de demônios falam contra. Tendo em vista que pra eles suas doutrinas evangélicas (doutrina denominacional) são as mais certas.

Porém, há um perigo em volta que traz consequências prejudiciais, tais como: visão pequena concernente ao Reino de Deus, preconceitos com novas denominações, é cético com pessoas de Deus que tem ousadia na prática da Palavra, gosta de julgar, maldizer e difamar outros lideres.

Pessoas presas a fortaleza do sectarismo se sentem “dona da verdade,” desconsiderando na maioria das vezes o chamado ministerial de outras pessoas.

No entanto, essa prática descumpre a Palavra de Deus e, quando assim acontece,  abri brecha para demônios agirem na mente criando fortaleza espiritual.

Tem lideres por exemplo que gosta de falar mal de outros ministérios e de pessoas ousadas e usadas por Deus em cumprimento ao seu chamado.

Levemos em consideração a admoestação do Apostolo Paulo em Romanos 14:1-4 “Acolhei ao que é débil na fé, não, porém, para discutir opiniões. Um crê que de tudo pode comer, mas o débil come legumes; quem come não despreze o que não come; e o que não come não julgue o que come, porque Deus o acolheu. Quem és tu que julgas o servo alheio? Para o seu próprio senhor está em pé ou cai; mas estará em pé, porque o Senhor é poderoso para o suster.”

Lideres e demais grupos de evangélicos afetados pela fortaleza do sectarismo podem quebrar essa maldição com oração e com a prática da Palavra em obediência a Cristo.

Paulo declara que o inimigo pode erguer algum tipo de fortaleza na mente

Precisamos ter entendimento e discernimento, pois falta abre espaço para as forças inimigas lançarem sofismas.

Observe o que diz a Palavra – Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo, e estando prontos para punir toda desobediência, uma vez completa a vossa submissão. 2 Coríntios 10: 4-6

Pode ter certeza, os lideres que falam mal de outros lideres levados por seu orgulho denominacional, crenças e doutrinas, não sabem eles, mas estão sendo usado por demônio.

É possível sim que um crente seja usado por demônio, Pedro foi usado por um demônio quando parafraseou de modo errado, indo contra o que Jesus tinha falado, conforme Mateus 16:23 “Mas Jesus, voltando-se, disse a Pedro: Arreda, Satanás! Tu és para mim pedra de tropeço, porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens”.

O que aprendemos com isso é que palavra falada erradamente abre brechas para o inimigo atuar. Pode prestar atenção, um líder que luta de modo ferrenho contra os do mesmo reino não podem estar sendo usado pelo Esprito Santo.

A verdade é que um evangélico praticante tem nele o Espírito Santo, e demônio nenhum habita nele como habitam em pessoas não crentes.

Para tanto, mesmo com o Espírito Santo, o Evangélico pode receber influencia de demônios pela legalidade que foi concedida, podendo ser essa legalidade pela falta de diligencia nas palavras, vejamos: A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto. Provérbios 18:21.

Agora preste bem atenção, se a pessoa que tem conhecimento sobre a verdade de Deus pela Palavra e passa a maldizer, fofocar e difamar, as brechas são abertas para que o inimigo possa atuar.

Além disso, o crente que assim faz, indiretamente fortalece o reino das trevas, pois estamos em constantes batalhas espirituais e, é preciso sempre estar atentos a isso.

Portanto, leve a sério o que você está pronunciando, vigiei suas palavras e seus julgamentos. Não caia, nem fique preso as fortalezas do sectarismo.

Lembrem-se o que Apostolo Pedro disse – “Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar”; 1 Pedro 5:8, veja as palavras do Apostolo Paulo dirigido a Tito um líder cristão da época, “linguagem sadia e irrepreensível, para que o adversário seja envergonhado, não tendo indignidade nenhuma que dizer a nosso respeito”. Tito 2:8

Para que a fortaleza espiritual seja derrubada não havendo mais espaços para o inimigo é preciso ter consciência que você precisa mudar suas ações.

Isso observando os mínimos detalhes, afinal o reino de Deus e sua palavra é muito sério. Port tanto, devemos levar a sério em cada momento de nossa vida cristã.

Reflexão: Vivei, acima de tudo, por modo digno do evangelho de Cristo, para que, ou indo ver-vos ou estando ausente, ouça, no tocante a vós outros, que estais firmes em um só espírito, como uma só alma, lutando juntos pela fé evangélica;
e que em nada estais intimidados pelos adversários. Pois o que é para eles prova evidente de perdição é, para vós outros, de salvação, e isto da parte de Deus.
Porque vos foi concedida a graça de padecerdes por Cristo e não somente de crerdes nele, (Filipenses 1:27-29)

Espero ter ajudado você!
Que Deus abençoe você e faça resplandecer sua vida!

Por Jonivando P Silva –  Founder Resplandecer Ministérios

Tags: | |

Inscreva-se gratuitamente com seu email em nossa newsletter.

Você nunca nos perderá de vista e será sempre notificado com novos conteúdos.

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Pr. Jonivando
Pr. Jonivando

Sou Jonivando, um servo e filho de Deus, Fundador do Resplandecer Ministério Internacional, tenho mais de vinte anos de ministério de pregação da Palavra de Deus, objetivando edificar a Igreja e levar o Evangelho de Salvação aos perdidos e glorificar o nome do Senhor. Libertação, curas e quebra de maldições são características do ministério que Deus me concedeu com unção profética.