Porque a mulher santifica o marido incrédulo e vice versa?

Esse é um tema em que muitos não compreende o o sentido exato do porque a mulher santifica o marido incrédulo e vice versa.

Se você é uma delas terás a resposta aqui.

Porque o marido incrédulo é santificado pela mulher, e a mulher incrédula é santificada pelo marido crente; de outro modo, os vossos filhos seriam imundos; mas agora são santos.  1 Coríntios 7:14

Advertisements

Muito importante saber que quando o Apostolo Paulo faz menção sobre esse fato, sem sobra de dúvida ele está falando diretamente para casais em que um dos dois se converteram ao Evangelho de Cristo.

Ele não fala nesse versículo sobre um casal crente onde um se desvia da fé. Fala sobre casais onde uma das partes se arrepende convertendo-se a Cristo, passando a ser habitação do Espírito Santo.

Precisamos também ter um olhar e uma compreensão dos dois reinos espirituais, sendo esses: o Reino de Deus e o reino das trevas. Os que são de Deus tem o Espírito Santo nele e são guiados pelo Espírito.

Já as pessoas pertencentes ao reino das trevas tem demônios e recebem suas influências. “O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor;” Colossenses 1:13 e “Porque noutro tempo éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor; andai como filhos da luz” Efésios 5:8

Quem não é de Deus não tem o Espírito Santo, se não tem, não pode ser participantes do Reino de Deus.

Portanto, quando uma pessoa casada se converte ao Senhor Jesus passa a ser participante do Reino de Deus e, seu cônjuge continuando incrédulo, não precisa separar-se – “Mas aos outros digo eu, não o Senhor: Se algum irmão tem mulher descrente, e ela consente em habitar com ele, não a deixe. E se alguma mulher tem marido descrente, e ele consente em habitar com ela, não o deixe. Porque o marido descrente é santificado pela mulher; e a mulher descrente é santificada pelo marido; de outra sorte os vossos filhos seriam imundos; mas agora são santos”. 1 Coríntios 7:12-14

Compreendendo o porque a mulher santifica o marido incrédulo

Em 1 Coríntios 6:18 mostra que o pecado da prostituição faz pecar contra o corpo. Porquê? Porque o corpo é do Espírito Santo conforme diz 1 Coríntios 6:19, sendo assim, para quem não é crente o corpo são de demônios.

Por isso, que a mulher santifica o marido porque habita nela o Espírito Santo e com isso quando tem relação sexual com seu cônjuge incrédulo ele fica limpo para esse momento, ou seja, santificado somente para relação sexual.

Preste bem atenção para este fato, os demônios que está em um dos cônjuge por ser ele incrédulo saem todos por causa da relação sexual com o cônjuge crente, porém após o ato sexual os mesmos demônios volta.

Os demônios são sujos eles não ficam onde há pureza e não são permitido ficar na relação sexual de uma casal crente (casados no civil e na Igreja), nem mesmo onde só uma das partes é crente.

Portanto, a questão da esposa santificar o esposo ou vice versa santificar uma das partes só é para a relação sexual.

O fato de um santificar o outro não o deixa livre de condenação referente a salvação e não o isenta de culpa diante de Deus, pois é preciso que se arrependa passando a ter uma vida com Jesus Cristo.

Foi o Senhor Jesus mesmo que testificou sobre isso em Lucas 17:34 “Digo-vos que naquela noite estarão dois numa cama; um será tomado, e outro será deixado”. Observe nesse versículo pronunciado por Jesus que um dos cônjuges será Salvo e o outro condenado para o inferno.

Fica claro que ele estava falando para um casal em que só um era crente e o outro incrédulo.

Espero ter ajudado você!

Que Deus te abençoe e faça resplandecer sua vida!

Por Pr Jonivando Pedrosa

Tags: |

Inscreva-se gratuitamente com seu email em nossa newsletter.

Você nunca nos perderá de vista e será sempre notificado com novos conteúdos.

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Pr. Jonivando
Pr. Jonivando

Sou Jonivando, um servo e filho de Deus, Fundador do Resplandecer Ministério Internacional, tenho mais de vinte anos de ministério de pregação da Palavra de Deus, objetivando edificar a Igreja e levar o Evangelho de Salvação aos perdidos e glorificar o nome do Senhor. Libertação, curas e quebra de maldições são características do ministério que Deus me concedeu com unção profética.